ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 32º

Amor em 4 Patas

Como evitar câncer de mama em pets e fazer o toque

Por Dra. Larissa Meurer (*) | 27/10/2021 07:15

Olá pais pet, na semana passada vocês ficaram sabendo que os animais também podem ter essa doença, hoje vocês vão saber como evitar isso antes que aconteça.

Passo 1 - Castração: quando realizada antes mesmo do primeiro cio é reduzida a praticamente ZERO as chances da sua fêmea ter câncer de mama, além de evitar infecções de útero também.

 Passo 2 - Jamais aplicar anticoncepcional: por ser uma bomba de hormônios ele aumenta as chances de ter câncer de mama.

Passo 3 - Realizar o toque de mama.

Somente o médico veterinário poderá fechar o diagnóstico, mas o objetivo de você realizar o toque de mamas em casa é notar se há algum caroço ou algo diferente do normal pra que assim possa posteriormente passar por avaliação médica.

Veja no vídeo a seguir como realizar o toque de mamas na sua filha pet:

Outra observação importante é sobre a gravidez psicológica. Sua pet já teve? Ou até mesmo produziu leite sem estar gestante? Isso pode ser um dos sintomas de gravidez psicológica, tecnicamente conhecida como pseudociese. E isso significa que os hormônios não estão bem regulados, é um alerta de que esses hormônios desregulados podem predispor ao câncer de mama.

Por isso castrar é um ato de amor. Como vocês perceberam a prevenção é a melhor opção, é a cura sem remédio. Por isso se você notou algum caroço não espere aumentar pra levar ao médico veterinário. Quanto antes a doença for diagnosticada, as chances do tratamento ter sucesso são maiores.

(*) Dra. Larissa Meurer é médica veterinária com 5 anos de experiência clínica. Especializada em Prevenção e profissional no atendimento domiciliar. Trabalha realizando treinamentos de equipe em pet shops com foco em prevenção. E também realizando consultas, exames e vacinas em domicílio com objetivo de aumentar o tempo de vida dos animais e trazendo ainda mais qualidade de vida aos pets e consequentemente pra toda família de seus pacientes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário