ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 27º

Sabor

Café feito a partir do cocô de pássaro faz sucesso em cafeteria na Capital

Bebida é a mais cara do Brasil, no lugar sai a R$ 25, mas tem de gente que vai lá só para experimentar

Por Jéssica Fernandes | 24/11/2021 10:01
Café de jacu sendo servido na xícara. (Foto: Arquivo Pessoal)
Café de jacu sendo servido na xícara. (Foto: Arquivo Pessoal)

Existem cafés de todos os aromas, sabores, estilos e modos de preparo. Na Doce Grão Cafeteria e Doceria, o público pode experimentar um café exótico, que é o mais caro do País e segundo em nível mundial. O processo de produção é um pouco diferente, pois conta com a participação especial do pássaro jacu.

A ave come os grãos, faz a digestão e, por não ter estômago, consegue eliminar a casca, a polpa do grão e proporcionar o sabor único. Os mais enjoados não precisam ficar preocupados, pois os grãos eliminados pelo jacu são limpos e, em seguida, torrados.

Em São Paulo (SP), a dose custa R$ 85, porém no estabelecimento da Ivany Patrocínio da Silva, 42 anos, e do Cleuder Barbosa, 42 anos, a xícara do café sai a R$ 25. O Lado B experimentou a bebida suave, que não tem nada de estranha e é muito saborosa.

Ivany comenta que clientes experimentam café por curiosidade. (Foto: Kísie Ainoã)
Ivany comenta que clientes experimentam café por curiosidade. (Foto: Kísie Ainoã)

O preço mais acessível, conforme o casal, é para que os clientes possam experimentar um café diferente e de qualidade. “Aqui no Brasil, ele não é caro igual nos Estados Unidos, porém vendemos a R$ 25 para que as pessoas possam conhecer ele”, explica Cleuder. “Por ele ter essa história exótica, é um atrativo. A pessoa vem pela curiosidade”, completa Ivany.

O barista do local, Denilson Dias, 22 anos, explica algumas particularidades da bebida. “O grão passa por uma fermentação orgânica que é do próprio pássaro. Ele tende a selecionar os melhores grãos, depois, nas fezes, é feito o processo de colheita, passa pela limpeza, a torra e é embalado. O quilo dele hoje sai a US$ 1.150”, explica.

Em relação ao gosto, o café do jacu divide opiniões, alguns gostam e outros não tanto. O importante, conforme Ivany, é que o cliente experimente com a mente aberta. O mesmo vale para os bolos zero açúcar e low carb que ela prepara, que são um dos principais produtos do cardápio.

Tortas zero açúcar e low carb vendidas no local. (Foto: Arquivo Pessoal)
Tortas zero açúcar e low carb vendidas no local. (Foto: Arquivo Pessoal)

Cardápio - A casa trabalha com sanduíches de peito de peru, frango, frango com espinafre, salgados de carne seca, palmito, bacon e alho poró. Quem gosta de croissant pode escolher entre o de abacaxi com chocolate branco, tradicional, morango com chocolate e o de presunto e queijo. Além desses, o menu tem crepioca, omelete, pão de queijo recheado, tostadas e bolos gelados que tem acréscimo de açúcar.

Aberto há dois anos, o estabelecimento é amplo, climatizado e com música ambiente. As pinturas delicadas nas paredes, os lustres e os móveis de madeira conferem um toque especial e charmoso ao espaço.

Quem quiser visitar o Doce Grão Cafeteria e Doceria para experimentar o café do jacu ou outros produtos, o endereço é Avenida Bom Pastor, 578, Bairro Vilas Boas. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 13h às 20h. Sábado, das 9h às 12h, das 14h às 20h e domingo, das 8h às 12h.

Espaço tem pinturas nas paredes, móveis de madeira e sofás. (Foto: Kísie Ainoã)
Espaço tem pinturas nas paredes, móveis de madeira e sofás. (Foto: Kísie Ainoã)

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário