ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 32º

Interior

Desconhecidos invadem e quebram casa para salvar mulher de cárcere privado

Vítima conseguiu correr com filha no colo e pedir ajuda para Guarda Municipal; o agressor foi preso

Por Ana Oshiro | 14/01/2022 06:35
Caso de sequestro, lesão corporal e ameaça foi registrado na Depac Dourados. (Foto: Dourados Agora)
Caso de sequestro, lesão corporal e ameaça foi registrado na Depac Dourados. (Foto: Dourados Agora)

Homem de 30 anos foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (14,) depois de agredir a companheira, de 37 anos, e manter ela e a enteada, de 4 anos, em cárcere privado, além de ameaçar matar a criança. O caso aconteceu em Dourados, a 251 km da Capital.

Grupo de pessoas que passavam pelo local ouviram os gritos de socorro da mulher e invadiram a casa. Eles quebraram a porta da casa e agrediram o homem até a chegada da Guarda Municipal de Dourados, que foi chamada pela vítima quando viu uma viatura passando perto da casa.

A mulher contou à polícia que ela e o companheiro estavam bebendo junto com amigos, o homem saiu por 30 minutos para comprar mais bebida e voltou agressivo, acusando a companheira de traição. Com um machado nas mãos, ele expulsou todos do local e puxou a mulher pelo cabelos, junto com a criança, para dentro da casa. Ele trancou a porta com um cadeado.

Mesmo a vítima segurando a menina no colo, o homem agrediu a companheira com chutes nas pernas e puxões de cabelo. Ele dizia que mataria a criança, já que ela não é filha biológica dele. Gritando por socorro, a mulher foi salva pelos desconhecidos, que invadiram a residência.

O homem vai responder por sequestro e cárcere privado, lesão corporal dolosa e ameaça, com agravantes de violência doméstica. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Dourados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário