ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Bebedeira termina com rapaz de 27 anos assassinado a tiros em conveniência

Dois suspeitos foram presos e a arma usada no crime apreendida pela PM

Por Dayene Paz | 27/06/2022 07:33
Murilo de Souza tinha 21 anos e não resistiu aos ferimentos. (Foto: Facebook)
Murilo de Souza tinha 21 anos e não resistiu aos ferimentos. (Foto: Facebook)

Bebedeira terminou com Murilo de Souza Brito, de 27 anos, assassinado a tiros em uma conveniência de Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande, na madrugada desta segunda-feira (27). Dois suspeitos foram presos pela Polícia Militar e a arma de fogo usada no crime apreendida.

Conforme boletim de ocorrência, Murilo estava em uma conveniência tomando cerveja acompanhando de outros quatro homens, entre eles os dois suspeitos. Após determinando tempo nesse local, o boletim não específica quanto, todos seguiram para outra conveniência, no Jardim São Bento, em Sidrolândia.

Um dos sobreviventes, amigo de Murilo, contou que assim que chegaram na segunda conveniência, Cezar Henrique Martins Ribeiro, de 23 anos, sacou uma arma de fogo e mirou contra ele, que saiu correndo do local. Cezar correu atrás dele e efetuou três disparos, mas não conseguiu atingi-lo. Em seguida, retornou para a conveniência e disparou duas vezes contra Murilo, que morreu no local.

Cézar e Jean Gabriel Cáceres Aristimunha, de 23 anos, conhecido como "Mascote", estavam juntos durante a execução do crime e fugiram em um veículo Volkswagen Gol, cor prata, e um VW Santana, cor verde. Após diligências, a Polícia Militar localizou um dos veículos suspeitos sentido a Maracaju e o abordou no acostamento da MS-162.

Cezar, Jean, a esposa de Mascote e duas crianças estavam no carro, onde foi encontrada munições de calibre 38, no entanto, o revólver não foi localizado naquele momento. Os dois suspeitos foram levados para a delegacia.

Questionada, a esposa de Jean afirmou que viu o marido jogando a arma à beira da rodovia. A PM fez diligências e conseguiu localizar o revólver calibre 38, além de um celular e um tablete de maconha no local apontado. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia e é investigado.

Nos siga no Google Notícias