ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Recapeamento da Rui Barbosa chega ao último trecho antes da Zahran

Trânsito no cruzamento com Avenida Zahran foi interditado para a continuidade do recapeamento da Rui Barbosa

Por Ana Beatriz Rodrigues | 28/05/2022 17:07
Revitalização da Rui Barbosa iniciada neste sábado (28). (Foto: DivulgaçãoPrefeitura)
Revitalização da Rui Barbosa iniciada neste sábado (28). (Foto: DivulgaçãoPrefeitura)

Na etapa iniciada neste sábado (28), o trânsito no cruzamento com Avenida Eduardo Elias Zahran foi interditado para a continuidade do recapeamento da Rua Rui Barbosa.

Conforme balanço da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), até agora estão prontos 2,5 km de recapeamento, incluindo uma quadra da Rua Chile e Quintino Bocaiúva, transversais de acesso ao Terminal Morenão.

Abaixo da Avenida Zahran, onde a drenagem foi implantada desde a Fernando Correa da Costa até a altura da esquina com a Rua João Pedro de Souza, com ramais pelas ruas da Liberdade, Professor Severino de Queiroz e Calarge, está em andamento a construção do piso rígido em frente da Escola Coração de Maria.

Outros serviços:

Na próxima segunda-feira (30), a Rui Barbosa, entre as ruas Dom Aquino e Marechal Rondon, ficará parcialmente fechada para obras de requalificação de calçadas e alargamento da pista. Esse serviço é mais demorado, com previsão para liberação no dia 20 de Junho, já que trata-se da preparação da área para a instalação das estações de embarque e desembarque.

A revitalização da Rui Barbosa abrange os 7,3 km de extensão da via, inclui a implantação do corredor do transporte coletivo entre a Rua Chile e a Avenida Mato Grosso, com 5 estações de embarque que serão tecnológicas. O usuário poderá acessar o itinerário pelo celular, com QR-code, e observará na prática como funciona a iluminação inteligente. Quando alguém entrar no ponto de ônibus, a iluminação ficará mais forte.

Os cruzamentos da Região Central contarão com mais câmeras de monitoramento. Com tecnologia que permite um longo alcance e reconhecimento facial, as câmeras serão interligadas às centrais da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito ) e da Guarda Civil Metropolitana. Dessa maneira, a população terá mais um aliado na garantia de maior segurança na região.

Nos siga no Google Notícias